Avaliação do Exploding Kittens

Continuando a série de reviews de jogos de tabuleiro, esta semana trago-vos o Exploding Kittens, um jogo de cartas muito simples que dá para desenjoar do Uno :wink:


Descrição:

O jogo consiste em ser a última pessoa viva ao sobreviver a uma vaga de gatinhos explosivos. Começa-se com algumas cartas nas mãos que permitem baralhar o deck e roubar cartas. No final do turno, tem de se tirar uma carta do baralho. Se for um gatinho explosivo, ou se desarma o gatinho com uma carta especial ou se perde imediatamente. Os autores do jogo explicam bem em 5 minutos todas as mecânicas do jogo neste vídeo (em inglês):

Número de jogadores: :man::woman: 2-5 (melhor: 4-5) :woman: :man:

Podem-se combinar vários baralhos para jogar com mais jogadores.

Tipo de Jogo: :muscle: Competitivo :muscle:

O Exploding Kittens coloca todos os jogadores a gastar as cartas que têm na mão para evitar ir buscar mais cartas, e vão fazer tudo para evitar os horríveis gatinhos explosivos!

Duração do jogo: :clock10: 10-20 min :clock10:

Cada jogo de Exploding Kittens dura pouco tempo e demora pouco tempo a preparar. As cartas dos gatinhos explosivos e das cartas que desarmam os explosivos têm de ser colocados segundo uma regra, mas não é nada complexo.

Dependência da Língua: :slight_smile: Pouca :slight_smile:

O Exploding Kittens, à altura da escrita desta avaliação, apenas se encontra em inglês. Apesar disso, depois de se perceber o conceito o jogo é bastante simples e como as cartas têm pouco texto não existe quase dependência nenhuma, talvez apenas para jogadores que estejam a jogar pela primeira vez.

Simplicidade das Regras: 9/10

O jogo é bastante simples, havendo apenas duas ou três regras mais difíceis de compreender. Se um dos jogadores ficar sem cartas o jogo não acaba, essa pessoa continua a jogar até haver apenas um jogador que não tenha explodido. Dito isto, todas as regras são acessíveis e penso que seria fácil explicar o conceito e as regras a crianças por volta dos 10 anos. As cartas até têm todas um conceito de arte meio idiota (mas propositado), que era capaz de ajudar a motivar os mais pequenos a agarrarem neste jogo.

Versatilidade de Equipas: 6/10

Acho que não é possível disfrutar o jogo em condições apenas com 2 jogadores porque depende muito do fator social para ter piada. Parece-me que os autores quiseram que na caixa dissesse que podia ser jogado com 2 jogadores, quando na verdade é esperado que o grupo seja sempre maior.
Os jogos com 3 ou mais jogadores já são mais engraçados porque existe alguma tensão, especialmente quando o baralho de cartas está a chegar ao fim e já se sabe quase de certeza em que posição estão os gatinhos.
Não consegui experimentar com mais que um baralho, por isso não sei se jogar com mais jogadores é uma boa experiência ou não, mas se tivesse de advinhar, diria que sim.

Elemento Social: 9/10

Há momentos durante um jogo de Exploding Kittens em que o suspense é enorme. Mesmo se não for a nossa vez, ficamos em pulgas para saber se a pessoa que está a jogar vai rebentar no final do turno, ou se vai conseguir roubar a carta para desarmar os explosivos a outro jogador.
Quando se desarma um gatinho explosivo, o jogador que desarmou o gatinho tem de voltar a colocá-lo no baralho, numa posição à sua escolha. É hilariante ver a cara da próxima pessoa a jogar quando sabe que, provavelmente, o gatinho está mesmo à sua espera no topo do baralho!

Conteúdo: 4/10

O jogo não contém grandes mecânicas ou estratégia, e é fundamental que os jogos durem tão pouco tempo porque nota-se a falta de complexidade. Dito isto, parece ser uma espécie de Uno mais “fixe”, e apesar de não ser de longe a minha primeira escolha de jogo de tabuleiro, não me importo de jogar com outros. Para mim nunca seria um jogo muito popular, mas penso que a simplicidade tem apelo aos jogadores mais casuais. Não me importaria de o usar como porta de entrada para opções mais interessantes :slight_smile:
Também me parece ser uma boa opção para um jogo que inclua também jogadores mais novos.

Extensibilidade: 5/10

Existem vários baralhos diferentes publicados, cada um com cartas diferentes e algumas expansões têm cartas com mecânicas novas. Talvez retirem a monotonia ao jogo para quem o tem há imenso tempo, mas não resolvem o problema da falta de complexidade. No final acaba por ser um jogo que, apesar de parecer fixe, não me parece que venha à mesa muitas vezes se houver alternativas decentes.

Classificação final: :star: 3.3/5 :star:

Preço: 22,05€

Conclusões:

Há um comentário sobre este jogo no BoardGameGeek que resume na perfeição o que penso sobre o Exploding Kittens:

Exploding Kittens was an early addition to my collection, and has managed to stick around by virtue of its portability, cuteness and ease of play with family. It is not a game that I ever want to pull out, but one that I am happy to have for when I play with folks who might not play other games.khameleun

2 Likes

Também ja experimentei este jogo e parece caro para o que realmente traz de conteúdo. Talvez se incluisse mecânicas mais complexas no jogo base se pudesse tornar mais divertido. Assim acaba por ser uma skin do Uno, e quem já tem esse concordo que não vai encontrar muito de novo neste.