Como encomendar medicamentos online de forma segura


Este é mais um tópico na série de informação útil relacionada com a pandemia da COVID-19.

Com o estado de emergência declarado em Portugal e as inúmeras recomendações para ficar em casa, as deslocações à farmácia continuam a ser indispensáveis para a maior parte dos portugueses. Quer seja para tratar a febre ou para aviar medicação habitual que milhares de pessoas tomam diariamente, parece que sair de casa é inevitável para repor o stock de comprimidos.

Há alguns anos que é possível encomendar medicamentos a partir da Internet, mas há um grande estigma e receio que possam estar a ser vendidos placebos ou medicamentos adulterados em vez do produto que as pessoas procuram. Basta uma pesquisa no Google por “farmácia online” para que sejam retornados centenas de resultados, ficando ao critério de cada pessoa escolher uma opção que pareça legítima.

Para resolver esta situação, o Infarmed disponibilizou uma página onde é possível verificar se uma determinada empresa se encontra autorizada por esta entidade para realizar o comércio de medicamentos.

Às farmácias que possuam comércio eletrónico compete acrescentar informação visível que permita a sua identificação (por exemplo, o NIF ou NIPC). Colocando esta informação na página do Infarmed, é possível comprovar a existência de alvará, bem como informação relativa ao comércio eletrónico, isto é, se fazem vendas online e qual o seu website oficial.

Com esta informação, poderá começar a tratar de algumas compras de medicamentos da mesma forma que pode também tratar das suas mercearias: a partir do conforto da sua casa.

2 Likes