Notícias Positivas: 3 abril 2020

Reserva de Niassa em Moçambique reporta 0 mortes de elefantes

Depois de uma mega-operação policial em 2015 e 2016 que envolveu a captura de 7 líderes de gangues envolvidos no tráfico de marfim, a reserva natural de Niassa em Moçambique relata que há um crescimento acentuado na sua população de elefantes. Pela primeira vez desde que começou a ser vigiada, passou mais de um ano sem que fossem encontrados elefantes mortos por caçadores furtivos.

fonte (inglês)

Estudante Universitária desenha máscara para surdos/mudos

De acordo com Ashley Lawrence de 21 anos, aluna universitária no Kentucky, EUA, a comunicação através da linguagem gestual depende imenso de expressões faciais. Além disso, as pessoas com dificuldades auditivas também recorrem frequentemente à leitura dos lábios para conseguirem compreender pessoas que não usam linguagem gestual, que se torna impossível quando todos usam máscaras. O desenho desta nova máscara tem um recorte retangular no centro da face, onde é colocada uma folha de acetato transparente de modo a que os lábios e parte da cara do utilizador sejam visíveis.

fonte (inglês)

Estudo internacional afirma possibilidade de repor vida marinha até 2050

Depois de 40 anos a seguir os números em decréscimo da vida marinha, um projeto que reuniu os melhores cientistas marinhos de 16 universidades de 10 países diferentes concluiu que estamos a tempo de inverter a tendência e de repor a fauna e flora marítima até 2050. O consórcio científico listou 9 grupos de espécies cruciais para a reposição da vida marítima e enunciou um grupo de medidas que, a serem executadas em breve, poderão fazer com que a próxima geração veja o oceano repleto de vida.

fonte (inglês)

Alemanha marca 1° trimestre com mais de 50% de energias renováveis

A Alemanha é um dos maiores consumidores europeus de carvão e gás natural. Nos primeiros 3 meses de 2020, registou uma produção recorde de energia renovável proveniente de moinhos eólicos, bem com um decréscimo de consumo de energia.

fonte (inglês)

Hospitais experimentam máquinas para desinfetar máscaras N95

Grande parte do material médico descartável é incinerado depois de ser usado visto que, do ponto de vista sanitário, não é seguro tratá-lo como lixo comum. As máscaras N95, tão procuradas hoje em dia devido à pandemia, poderão começar a ser reutilizadas, depois de passarem por centros de descontaminação especializados. Alguns hospitais nos EUA começam a experimentar esta medida de modo a combater a escassez de máscaras e reduzir o lixo produzido.

fonte (inglês)

2 Likes