Volkswagen ID.3, um elétrico com autonomia até 550km

#1

A Volkswagen permite agora reservar o novo model ID.3 por 1000€, estando a chegada dos primeiros veículos prevista para o verão de 2020. O conceito da gama ID, demonstrada no Vienna Autoshow 2018, é a aposta da Volkswagen no mercado dos carros elétricos, conseguindo assim produzir uma versão base que poderá custar menos de 30.000€.

Existe também um esforço simultâneo para criar uma rede de estações de carregamento rápido, algo que está a ser implementado pela Ionity. Esta rede deverá criar 400 estações de carregamento rápido na Europa já no próximo ano, sendo posteriormente previstas várias expansões à rede. Apesar de não ser a primeira marca a produzir modelos elétricos, este modelo poderá ser uma oferta bastante competitiva em relação ao preço, equipamento incluído e autonomia em estrada.

Via Exame Informática.

1 Like
(João Pedro) #2

Até gosto do carro tem um aspeto futurista mas o preço tem de descer muito mais para valer a pena comprar um eletrico. Depois ainda ha o problema das baterias, o que acontece quando a bateria avaria? A marca troca? Quanto é que custa uma nova?

Os eletricos parecem ser mais baratos mas ha muitos problemas escondidos.

2 Likes
(Guilherme Borges) #3

Já ouvi falar de programas de aluguer de baterias: paga um aluguer mensal pela bateria, e quando esta deixar de funcionar é substituída por uma nova, desde que mantendo a subscrição. É um custo a ter em conta, já que vai ter uma despesa mensal tal como tinha com a gasolina.

(Tiago Santos) #4

Os elétricos mais acessíveis costumam vir com um programa destes de aluguer. Cheguei a estar interessado num destes, não me recordo se seria um Nissan Leaf ou um Renault Zoe, mas o aluguer tinha um valor aproximado a 55€ mensais (mais IVA). É tão ou mais caro do que a despesa que eu faria em combustíveis, e o preço do veículo em si é muito superior a um automóvel convencional.

Quando olhei para alternativas elétricas ainda não fazia sentido escolher essa opção do ponto de vista financeiro. Acabei por comprar um carro normal, usado, com esperança de comprar elétrico quando os preços baixarem, tanto do aluguer de baterias como do próprio automóvel.